adv730

adv730

Orgulho Crespo e Consciência Negra no Sesc Interlagos

15 novembro 2017

No mês da Consciência Negra, de 16 a 19 de novembro, a Marcha do Orgulho Crespo integra a programação do SESC Interlagos com performance, bate-papo, oficina e shows de Luedji Luna e Leci Brandão. A entrada é gratuita.

Confira a programação:

Quinta 16
14h – Por que exibir nosso Orgulho Crespo
Nosso ciclo de conversas começa no dia 16, a partir das 14h: “Por que exibir nosso Orgulho Crespo”, com a jornalista Neomisia Silvestre, uma das criadoras da Marcha do Orgulho Crespo Brasil e de Célia Reis, doutora em História Social pela PUC/SP, pesquisadora do Cecafro-Puc/SP e integrante da Casa das Áfricas – Amanar.

Como diversos movimentos e ações enaltecem o debate sobre o cabelo crespo/cacheado como símbolos de resistência em um país de maioria negra e paradoxalmente racista. Crespos insurgentes e o levante da juventude negra que vem subvertendo sua estética, expressando sua negritude e mudando o cenário da não-representatividade e ocupação de espaços.

neomisia-silvestre-foto-larissa-isis

Foto: Larissa Isis

Convidadas:
Neomisia Silvestre – Jornalista, escritora e agitadora cultural. Atua em projetos artísticos (teatro, dança e música) e socioculturais (juventude, periferia e relações raciais). É uma das idealizadoras da Hot Pente, projeto independente e itinerante de festa hip hop com protagonismo feminino; e uma das responsáveis pela criação, organização e articulação nacional do movimento Marcha do Orgulho Crespo Brasil.

Célia Reis – Doutora em História Social pela PUC/SP, pesquisadora do Cecafro- Puc/SP e integrante da Casa das Áfricas – Amanar.

15h – Performance – GIRA
A performance dos atores Lucas Andrade e Ana Flavia Cavalcanti evoca, de forma poética e ancestral, temas como o genocídio de jovens negros e a objetificação da mulher negra por meio de corpos que giram, corpos que resistem e recusam.

Sexta 17
14h – Beleza Consciente
Uma pesquisa recente revelou que as mulheres negras são o grupo racial que mais consome cosméticos e, por isso, estão mais expostas a substâncias nocivas para a saúde, que podem causar ou agravar diversos problemas de saúde como alergias, acne, distúrbios endócrinos e até câncer. As convidadas expõe alternativas naturais e formas de como o consumo de produtos de beleza pode ser sim mais consciente.

beleza-consciente-nanda-cury-marfim-rosa-mayara-tutumi-cosmeticos-veganos-organicos

Mediação: Nanda Cury – Criou o Blog das Cabeludas em 2008 e é uma das idealizadoras da Marcha do Orgulho Crespo Brasil. Ambas iniciativas têm o objetivo de inspirar mulheres a aceitarem seu cabelo natural. Especialista em Marketing Digital, tem um canal no Youtube sobre transição capilar e cosméticos veganos. Compartilha dicas e descobertas diárias sobre alimentação e beleza consciente em seu site e redes sociais. Tem trabalhado para democratizar o acesso à informação e ao consumo de alimentos e produtos naturais e orgânicos para todas as pessoas.

Marfim Rosa – Cria conteúdo para internet sobre beleza, cultura, eventos, empreendedorismo e empoderamento. Trabalha na produção de eventos de fortalecimento da identidade das mulheres e crianças negras, como o acampamento Quilombinho; o coletivo de Influenciadoras digitais Youtube do Amor, entre outros.
Recentemente, participou da Biofach, maior feira de orgânicos da América Latina sobre alimentação e cosméticos naturais e orgânicos.

Mayara Tutumi – É maquiadora, arte-educadora e desenvolvedora constante de novos projetos. Tornou-se vegetariana em 2013 e vegana em 2015. Desde então tem buscado estar no mundo de uma forma mais sustentável e integrada com outras causas, para além do bem-estar animal.

15h – Oficina: Cosméticos naturais para cabelos crespos/cacheados
(40 minutos, com Nanda Cury)
A maioria das pessoas não sabe que as marcas tradicionais de cosméticos usam ingredientes sintéticos e conservantes potencialmente perigosos para a saúde, que podem causar ou agravar problemas de saúde como acne, alergias, distúrbios reprodutivos e endócrinos, além de câncer. Durante esta atividade serão apresentados alguns dados e vamos identificar na prática como aprender a ler o rótulo dos cosméticos é essencial para escolhermos produtos seguros.

Sábado 18
15h – Ensino da história e cultura afro-brasileira e africana nas escolas 
As convidadas trazem uma reflexão acerca da Lei 10.639/03, alterada pela Lei 11.645/08, que torna obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana em todas as escolas, públicas e particulares, do ensino fundamental até o ensino médio, dificuldades e desafios de sua implantação.

neomisia-silvestre-orgulho-crespo-analu-maciel-raquel-garcia

Mediação: Neomisia Silvestre – Jornalista
Raquel Garcia é formada em História, educadora social e especialista em Educação e Relações Étnico-Raciais. Além disso, desenvolve escritos, alguns deles já publicados em uma das edições da antologia de poemas afro-brasileiros “Cadernos Negros”. Acredita que a literatura é pulso, movimento e espelho para enxergar seu subjetivo e
se perceber como voz dentro do coletivo.

Analuta Maciel – Graduanda em Geografia pela USP, dançarina e integrante do coletivo Mulheres de Orí.

16h – Show Luedji Luna (60 minutos)

luedji-luna-orgulho-crespo
Cantora e compositora, Luedji Luna iniciou seus estudos em música na Escola Baiana de Canto Popular, fundada pela professora da Universidade Federal da Bahia, Ana Paula Albuquerque. Natural de Salvador, Luedji é cofundadora do PALAVRA PRETA, mostra que reúne compositoras e poetas pretas de todo o Brasil, cuja
primeira edição ocorreu em sua cidade natal.

Domingo 19
15h – Intolerância Religiosa
Diante de constantes manifestações de ataques às religiões de matrizes africanas, as
convidadas compartilham suas distintas experiências e lançam luz ao debate sobre
intolerância religiosa que, num país laico como o Brasil, ainda é marcado por
atitudes preconceituosas, violentas e desrespeitosas.

Mediação: Priscila Novaes – Pesquisadora e produtora cultural
Joana Cortês – Jornalista e integrante do grupo Ilú Obá de Min
Mirian Alves – Escritora, poeta e mãe de santo

16h – Leci Brandão
Cantora e compositora, Leci Brandão é umas das mais importantes intérpretes de samba da música popular brasileira. Em 2008, foi eleita a melhor cantora de samba pelo álbum “Eu e o Samba”. Neste show, dentro da programação #OrgulhoCrespo, ela traz canções do álbum “Simples Assim” e clássicos de sua carreira.

Marcha do Orgulho Crespo é um movimento nacional independente de valorização da estética afro-brasileira. Tem sido importante referência no debate social pelo viés estético, a fim de transcender o campo da beleza e evidenciar o cabelo crespo/cacheado, como símbolo de resistência aos padrões historicamente difundidos e de afirmação de identidade e autoestima, especialmente de mulheres negras.

Sua 1ª edição aconteceu em julho de 2015 na Avenida Paulista, em São Paulo, idealizada pela Hot Pente e pelo Blog das Cabeludas. Hoje, o movimento nacional está presente em nove estados brasileiros: SP, RJ, MG, BA, GO, RS, PR, MA e ES, e vem ampliando seu alcance com articulação e mobilização de mulheres em suas respectivas cidades e com a realização de marchas, oficinas, debates, participação de artistas e afroempreendedoras de todo o país.

Mais informações: www.orgulhocrespo.com
Instagram: @orgulhocrespobr
Twitter: @orgulhocrespo
Hashtag #OrgulhoCrespo

adv160

adv160

Pinterest

Top